top of page
Buscar

As 3 cidades de SC onde ficou mais caro comprar imóveis no último ano

Atualizado: 6 de jun.

Itapema, Balneário Camboriú e São José. Os dados são do índice Fipezap+, que calcula o preço das propriedades anunciadas para venda residencial em 50 municípios brasileiros

beira-mar de São José

Fonte: NCStotal (Setembro/2023)

De acordo com o índice Fipezap+, que avalia os preços de imóveis anunciados para venda residencial em 50 municípios brasileiros, três cidades catarinenses se destacaram nos últimos 12 meses por registrar os maiores aumentos no valor das propriedades. Itapema, Balneário Camboriú e São José lideraram o ranking nacional desse aumento de preços.

Itapema , uma cidade charmosa litorânea, viu o valor médio dos imóveis disparar, tornando-se um campeã no aumento de preços, com um incremento significativo de acordo com o índice. Balneário Camboriú , conhecida por sua beleza natural e alto padrão de vida, também apresentou um forte aumento nos preços dos imóveis. Enquanto isso, São José , localizada na região metropolitana de Florianópolis, não ficou atrás e também se destacou no ranking.

O mercado imobiliário em Santa Catarina tem experimentado um crescimento substancial, atraindo investidores e compradores em busca de imóveis tanto para moradia quanto para investimento. A valorização das propriedades nessas cidades é reflexo da alta demanda e do cenário econômico favorável do estado.

Enquanto os preços dos imóveis continuam subindo em algumas cidades, é importante que os compradores e investidores estejam atentos às oportunidades e busquem orientação especializada para tomar decisões informadas no mercado imobiliário em constante evolução.

Com a perspectiva de um mercado aquecido, as cidades de Santa Catarina permanecem como destinos interessantes para quem busca investir em imóveis, mas é fundamental que os interessados ​​estejam preparados para enfrentar um mercado competitivo e em constante transformação.


Siga nossas redes sociais e acompanhe as novidades do Mercado Imobiliário
Instagram
Facebook
Linkedin



7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page